4.0 estrelas fantasia

Resenha: Filhos da Lua, Marcella Rossetti

14:17neo

Série Filhos da Lua: O Legado | ?
Marcella Rossetti
★★★★

Você consegue imaginar que a vida que te ensinaram a viver pode não ser aquela para a qual nasceu? Que tudo o que acredita pode não ser inteiramente verdade? E que existem criaturas conhecidas como trocadores de pele vivendo entre nós?
Em Filhos da Lua: o Legado, você descobre um novo universo de fantasia urbana, tendo como cenário inicial a cidade de Santos, em São Paulo. A autora apresenta uma aventura cheia de mistérios cuja personagem principal é Bianca, uma adolescente que não imagina que sua chegada na cidade desencadearia uma série de acontecimentos capazes de transformar completamente a sua vida e revelar os segredos de um perigoso mundo.

Filhos da Lua foi uma surpresa bastante agradável. 

Tenho que admitir, antes de tudo, que uma parte dessa surpresa se deve a um preconceito meu. Não contra livros brasileiros nesse caso, mas sim contra o gênero: fantasia urbana. Já comentei por aqui que não costumo ler muitos livros assim por odiar como quase tudo nesse gênero acaba sendo colocado de lado em favor do romance. E, para ser sincera, muito disso tem a ver com o modo errado com que várias histórias são promovidas. Afinal de contas, há uma grande diferença entre romance paranormal e fantasia urbana (e o mundo seria um lugar bem melhor se as editoras agissem em cima disso).

Então quando comecei a ler Filhos da Lua eu estava meio que esperando um romance paranormal e não uma fantasia urbana (nada contra romances paranormais, mas não é minha praia). Felizmente, eu estava errada.

Filhos da Lua é uma história interessante. Primeiro, porque a mitologia dos lobisomens (Karibakis) que a autora criou é bem criativa e diferente (e mulheres podem ser lobisomens aqui! Amém!), segundo porque o próprio plot brinca um pouco com as expectativas do leitor ao apresentar elementos meio clichés ao gênero e então os modifica o suficiente para surpreender. E, terceiro, porque a escrita é ótima.

Para falar a verdade, nos primeiros 20% da história eu estava extremamente entediada. Tudo indicava que o livro seria mais um daqueles sobre uma garota diferente de todas as outras que se apaixona pelo garoto misterioso da escola e blá blá blá (quando o Lucas apareceu então, quase soltei um grito de frustração). Depois que a festa no Barba Azul aconteceu, porém, a história melhorou de forma extraordinária, tanto que não consegui parar de ler até terminar. Filhos da Lua tem um ótimo ritmo e seus personagens são no geral bem interessantes, mas foram os mistérios sobre Bianca, a personagem principal, que me mantiveram grudada na história.

Os motivos de eu não ter dado cinco estrelas para Filhos da Lua são, portanto, poucos.

Primeiro, por causa do Renan. Depois do que aconteceu no Barba Azul, Bianca e Nicole mal se lembram dele. Tudo bem que eles não eram próximos e tudo mais, mas né... Acho que uma foi uma oportunidade perdida para dar um pouco mais de profundidade aos personagens. Segundo, a Nicole. Na minha opinião uma boa parte da personalidade dela se perdeu após Bianca ir para o refúgio, mesmo ela ainda sendo uma personagem muito legal (e o romance dela com a Rafaela é bem fofinho).

Terceiro, o desenvolvimento do relacionamento entre Julian e Bianca poderia ter sido melhor. Muito da aproximação deles ficou mais contada do que mostrada, então o romance acabou não me convencendo muito não. Quarto, a escrita deu alguns escorregões, mas nada grave.

E por último, eu não gostei muito do Julian. Ou do Lucas. Gostei mais do Julian do que Lucas, verdade, mas pra mim Bianca ainda tinha que ter retalhado a cara dele pelo que ele fez lá na arena. 

Fora isso, o livro é muito, muito bom. Acho que foi o melhor nacional que li esse ano, talvez empatado com Estações de Caça do Lauro Kociuba. Mal posso esperar para ler o segundo volume. 4.0 estrelas para Filhos da Lua.

PS: (SPOILER!!!!) Confesso que estou um pouco apreensiva com o casal da história. Tomara que esse ~romance proibido~ não se torne o foco da série porque ew

Você pode gostar de:

10 comentários

  1. Acho a nunca concordei tanto com alguém!
    O fato da autora esquecer o Renan me deixou super bolada! Kkkk
    Adorei a resenha!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fiquei o resto do livro inteiro me perguntando quando iam se lembrar dele KKK E obrigada!

      Excluir
  2. Eu Tb n gosto mt do gênero do livro mas quando comecei a ler me surpreendia a cada capítulo! A forma como a autora escreve o livro me deixou totalmente presa a narrativa!
    Para mim merece 5 estrelas kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, um dos pontos fortes do livro é a escrita e o ritmo, que é excelente. Fazia um bom tempo que não lia algo tão viciante!

      Excluir
  3. Foi um dos melhores livros que eu já li, e é para todas as idades! 👌

    ResponderExcluir
  4. Obrigada pela resenha, Neo!
    Fico muito feliz que tenha gostado da obra e achado a história original :)
    E não se preocupe, pois o livro dois está bastante focado em ampliar o universo dos Karibakis. Além de bastante aventura e mistério, antigos personagens serão aprofundados e novos apresentados.
    Um grande beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou muito ansiosa para lê-lo! Aposto que vai ser ainda melhor do que o primeiro!
      Beijo!

      Excluir
  5. Genteeeeeeee, como assim ñ gosto do Julian? Morri 'kkkkkkkkk Amei o livro e tbm to super ansiosa e desesperada pelo próximo. #Dica: Tem pistas do segundo livro espalhadas no terceiro. E diga- se de passagem, são pistas reveladoras que vão causar muito babado, confusão e gritaria!!!!
    http://podistante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu achei que ele não apareceu tanto na história assim pra que chegasse a gostar dele KKKK Mal posso esperar pelo próximo também!

      Excluir

Formulário de contato